Políticas Editoriais

Foco e Escopo

FOCO E ESCOPO:
A Revista Internacional de Folkcomunicação tem por objetivos:
a. Difundir a produção científica em Folkcomunicação;
b. Desvendar possíveis vias de investigação, considerando novos objetos e o fortalecimento de metodologias próprias da folkcomunicação;
c) Valorizar o constante diálogo entre as contribuições conceituais da folkcomunicação e as observações e análises de pesquisa empírica, bem como a constante atualização do legado de Luiz Beltrão;
d. Propiciar conhecimento sobre o assunto para professores, pesquisadores e estudantes de Comunicação.

Grande Área da revista: Ciências Sociais Aplicadas
Área: Interdisciplinar e Comunicação
Áreas Correlatas/Especialidades: Ciências Humanas, Letras e Linguística
Periodicidade: Semestral

Instituições
- Programa de Pós-Graduação em Jornalismo/Universidade Estadual de Ponta Grossa
- Editora Universidade Estadual de Ponta Grossa
- Cátedra Unesco/Umesp de Comunicação para o Desenvolvimento Regional
- Rede Folkcom - Rede de Estudos e Pesquisas em Folkcomunicação

A Revista utiliza o DOI (Digital Object Identifier) para registro dos artigos publicados desde 2016.

 

Políticas de Seção

DOSSIÊ

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

ARTIGOS E ENSAIOS

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

ENSAIO FOTOGRÁFICO

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

ENTREVISTA

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

RESENHAS & CRÍTICAS

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

Os artigos serão analisados por dois membros da Comissão Editorial e/ou pareceristas externos, nacionais ou estrangeiros, em sistema de avaliação às cegas. Para tanto, os artigos devem ser enviados sem indicação de autoria ou qualquer informação relacionada à instituição de ensino de vinculação.

Caso o trabalho receba apenas um parecer negativo, o mesmo será encaminhado a um terceiro avaliador. Aos pareceristas é reservada a liberdade para aprovar, reprovar ou solicitar alterações conforme suas análises. A publicação se dará após recomendação de publicação do trabalho por dois avaliadores.

Os critérios de avaliação constam no formulário on-line da Revista e compreendem: 1) adequação ao campo temático da revista; 2) originalidade da abordagem; 3) explicitação das bases teórico-metodológicas do trabalho; 3) utilização correta e atualizada da bibliografia; 5) explicitação dos resultados da pesquisa e da discussão proposta; 6) qualidade redacional, coerência textual e adequação às normas da ABNT para trabalhos científicos.

Em caso de solicitação de alterações, os autores terão prazo estipulado para a nova análise e, se forem contempladas as mudanças, o artigo será publicado.

Cabe ao Conselho Editorial da Revista a emissão de pareceres sobre a publicação de todos os trabalhos enviados à Revista Internacional de Folkcomunicação, garantindo o anonimato dos autores e a adequação do conteúdo aos estudos de folkcomunicação.

O tempo médio de avaliação dos artigos e divulgação do parecer final aos autores é de seis meses.

 

Periodicidade

A Revista Internacional de Folkcomunicação possui periodicidade semestral e é publicada nos meses de junho e dezembro.

Observação: No período de 2012 a 2016, a Revista publicou uma edição extra anual com dossiê temático.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Todos os textos submetidos e publicados ficam registrados na plataforma da Revista, na base do Sistema Eletrônico de Editoração de Revistas (SEER).